Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930




subscrever feeds




Stranger Things | 1ª temporada

Quarta-feira, 21.02.18

Comecei este mês a ver a série mais falada dos últimos meses: Stranger Things. Hoje venho falar um bocadinho da primeira temporada, sem spoilers.

 

Uma distribuição da Netflix, escrita pelos irmãos Matt e Ross Duffer, com produção de Shawn Levy, estreou a 15 de Julho de 2016. A primeira temporada teve oito episódios e enquadra-se nos géneros Ficção Científica e Terror.

 

A trama é baseada em algum do trabalho de Stephen King, passa-se em Hawkins, numa pequena cidade norte-americana onde todos se conhecem, e  inicia quando um miúdo desaparece sem deixar qualquer rasto.

 

É também, embora pareça estranho, baseada em factos reais. Mais precisamente no projeto Montauk, um assunto secreto do governo norte-americano, desenvolvido em Camp Hero, do qual existem rumores de várias experiências perigosas em seres humanos durante o período da Guerra Fria. Diz-se que várias pessoas, incluindo crianças, eram torturadas com o objetivo de atingirem certas capacidades psíquicas e técnicas de guerra psicológica, tendo ainda sido testadas viagens no tempo e interespaciais.

 

Com um roteiro muito bem escrito, efeitos especiais muito bons e referências importantes de cultura que passam quase despercebidas, acaba por nos prender a atenção de forma viciante. É uma caixinha de cultura da época e traz-nos jogos de "role playing", crianças a andar de bicicleta sozinhas na rua ou "walkie-talkies". The Clash, Scorpions, Bon Jovi, Queen, Mettallica, Cyndi Lauper, The Police, são alguns dos nomes que embalam a trilha sonora da série, focada nos anos 80.  Filmes como O Senhor dos Anéis, E.T., Star Wars são várias vezes referidos.

 

Confesso que o primeiro episódio não me convenceu completamente, mas valeu a pena continuar. As personagens são envolventes e cativantes e o elenco é bastante afinado apesar de na sua maioria ser pouco conhecido. A pequena atriz Millie Bobby Brown é quem mais se destaca, sendo que esta primeira temporada se foca imenso na sua personagem.

 

Nesta série não existem excessos, não encontramos cenas só para encher nem temos de esperar até ao final da temporada para ver alguma ação. Todos os episódios são bons e importantes.

 

Uma vantagem desta série é que cada temporada tem a sua própria história, assim não temos de esperar meses (ou às vezes anos) para saber o que irá acontecer depois. Mesmo assim, o final não é completamente fechado, existe algum mistério para dar azo à imaginação.

 

Vejam a série, vale a pena e as temporadas têm poucos episódios. Deixo o trailer da primeira:

 

Goodreads - Facebook - Instagram

Autoria e outros dados (tags, etc)

As Dez Figuras Negras - a série

Quarta-feira, 16.11.16

Há uns dias vi a série baseada no livro de Agatha Christie - As Dez Figuras Negras.

Senti alguma surpresa ao conhecer algumas das personagens, que não tinha imaginado desta forma. Também esperei um final diferente, mais fiel ao livro.

De resto, não desgostei, a história está lá e a mestria da autora foi efetivamente passada para o ecrã.

 

Goodreads - Facebook - Instagram

Autoria e outros dados (tags, etc)

The Casual Vacancy - a série

Sábado, 16.07.16

Terminei de ver a mini-série baseada no livro de J. K. Rowling - Uma Morte Súbita. Tem apenas três episódios 

A história de Pagford está lá, as personagens do livro, no geral, estão lá, embora haja algumas falhas importantes nas suas caracterizações.

Senti falta de ver o final que li no livro, que foi bem diferente do da série. Faltou também a representação do bullying e da automutilação por isso desencadeada de uma das personagens que gostei mais.

Deixo o trailer em baixo:

 

Goodreads - Facebook - Instagram

Autoria e outros dados (tags, etc)





Leituras do Momento:


Opiniões em Breve: