Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31







BEDA #6: 5 Livros que Adorei Ler

Domingo, 06.08.17

Todos temos livros preferidos. Aqueles que nos arrebatam e nos fazem não querer parar de ler. Aqueles livros que recomendamos a toda a gente.

Hoje é isso que venho mostrar - alguns dos meus livros preferidos. Não estão todos, nem estão por ordem. Escolhi livros de géneros diferentes para vos apresentar. São apenas livros que me são especiais e que não quero esquecer. Cinco estrelas. Todos eles.

 

A Rapariga Que Roubava Livros

DSCF3623.JPG

Contado pela voz da Morte e passado na cidade alemã de Molching, traz-nos a história da pequena Liesel, uma menina a viver na Alemanha da 2ª Guerra Mundial. Liesel é adotada e desenvolve desde cedo uma paixão enorme pelos livros, que usa como poder curativo nos momentos de mais dor. Traz-nos temas difíceis e verdades cruéis, a opressão e a violência vividas na altura. A perspetiva de alguns alemães que se recusaram a corromper o seu coração. Li-o este ano, no meu projeto Livros no Ecrã.

 

Frágil

DSCF3638.JPG

Um livro que foca o tema da Osteogénese Imperfeita, mais conhecida pela Doença dos Ossos de Vidro. Fala-nos da pequena Willow, uma menina que se pode magoar de forma grave muito facilmente. Os tratamentos e medicamentos necessários à sua recuperação tornam-se na maior despesa que os seus pais têm de suportar e Charlotte, a mãe de Willow, decide processar a sua obstetra, que também é a sua melhor amiga, por negligência devido a esta não ter diagnosticado a doença de Willow numa fase em que ainda fosse possível abortar. Uma montanha russa de sentimentos que nos prendem e não nos deixam parar de ler. Li já quase há dois anos.

 

O Monte dos Vendavais

DSCF3632.JPG

Com personagens facilmente detestáveis, mas imensamente bem construídos, este foi um livro que me prendeu. Conta a história de Catherine e Heathcliff, que não são irmãos mas cresceram criados como tal. O pai de Catherine trouxe para casa Heathcliff, um pequeno orfão que encontrou numa viagem à cidade. Hindley, irmão mais velho de Catherine, nunca gostou dele, pois sentiu que este lhe roubou toda a atenção do pai. Mais tarde, quando o pai morreu e ele se tornou o responsável pela casa, passou a tratar Heathcliff como se este fosse um escravo. Anos mais tarde, Heathcliff faz fortuna e volta para se vingar de todos os maus tratos que Hindley exerceu sobre ele. É uma interessante descoberta da mente humana com personagens complexos que nos fazem pensar. Li no ano passado, para o Clube dos Clássicos Vivos.

 

Ensaio Sobre a Cegueira

DSCF3628.JPG

José Saramago. Um livro itemporal que se inicia quando um homem parado num semáforo fica de repente cego. A partir deste incidente, a cegueira espalha-se como se de uma doença contagiosa se tratasse e as pessoas ganham medo do contacto com os cegos, chegando a maltratá-los para os afastar. Sentimos de perto o desespero e o medo das personagens. Temos um contacto direto com as necessidades mais básicas da humanidade e uma visão muito interessante dos instintos de sobrevivência que todos temos. Li no ano passado, no projeto da Cláudia Ler os Nossos.

 

Illuminae

DSCF3630.JPG

Um livro passado no futuro, em 1575, num universo onde as viagens intergaláticas já são possíveis. Uma grande empresa ataca a sua concorrente direta e ambas travam uma guerra num pequeno planeta perdido no universo. Temos Kady e Ezra, que foram namorados até à manhã antes do ataque e separados no meio deste. Da primeira empresa apenas sobra uma nave, que persegue as que escaparam da outra empresa. É um livro contado através de documentos, conversas de chat, plantas ou transcrissões de audio e vídeo. Li-o já quase há um ano.

 

E desse lado, quais são os vossos livros preferidos?

Goodreads - Facebook - Instagram

Autoria e outros dados (tags, etc)

BEDA #4: 5 Personagens Femininas da Literatura

Sexta-feira, 04.08.17

Hoje venho falar de algumas das personagens femininas que mais me marcaram ao longo da minha vida de leitora. São personagens que guardarei para sempre no coração, que admiro e que me ajudaram a crescer.

Muitas delas serão concerteza as preferidas de muitos leitores, outras talvez nem tanto. Reuni estas cinco de cabeça, faltarão concerteza muitas mais.

 

Atenção: SPOILERS sobre os livros mencionados!

 

Ginevra Weasley, da saga Harry Potter

Com um protagonismo muito superior ao mostrado nos filmes, a pequena Ginny é uma mulher destemida, determinada e muito segura de si, não tem medo de expressar o que sente e está sempre pronta para uma batalha. No segundo livro, foi possuída por uma parte da alma de Voldemort, o que a levou a fazer coisas horríveis das quais não se lembra. Depois deste episódio, ela não seguiu o papel de coitadinha ou de donzela em apuros, nem ficou intimidada ou assustadiça. Este trauma fê-la crescer muito, passou a aprender a defender-se sozinha e tornou-se numa das mais dedicadas participantes do Exército de Dumbledore.

 

DSCF3601.JPG

 

Emma Bovary, do livro Madame Bovary

Representa a mulher insatisfeita do século XIX e criou muita polémica quando o livro foi lançado. Gustave Flaubert foi até a tribunal por abordar o tema do adultério e pela sua forte crítica ao clero e à burguesia. Emma é uma rapariga criada no campo que sonha com os luxos da burguesia, acabando por se casar com Charles Bovary, um médico que se apaixona por ela. Já casada, procura outros homens para alimentar o seu desejo de sair da rotina.

 

DSCF3596.JPG

 

Katniss Everdenn, da trilogia Os Jogos da Fome

Forte e corajosa, voluntariou-se no lugar da pequena Primrose, a sua irmã, para Os Jogos da Fome, onde os concorrentes lutam até à morte e apenas um sai de lá com vida. É uma mulher que não nasceu para agradar a ninguém, que segue as suas próprias ideias e cresce com as suas próprias escolhas. Ela cresceu no distrito 12, um dos mais pobres de Panem, e praticamente criou a sua irmã sozinha. Desde muito nova que se responsabiliza pela família, é ela quem põe a comida na mesa. Luta para proteger quem ama, tanto nos jogos como fora deles, e não tolera que sejam magoados. É uma sobrevivente.

 

DSCF3591.JPG

 

Daenerys Targaryen, da saga As Crónicas de Gelo e Fogo

No meio de uma saga cheia de histórias particulares que se cruzam todas entre si, conhecemos uma jovem inexperiente, que é vendida e violada, e mesmo assim não desiste dos seus objetivos. Ela não se deixa dominar por ninguém, não tolera injustiças. Uma mulher que nasceu no meio da tempestade e que não tem medo de lutar pelo que quer. Conhecemos Dany pela primeira vez às mãos do irmão, que a vende em troca de um exército dothraky. É violentada e oprimida pelo marido. Mas nada disso a faz desistir. Sozinha reune centenas de aliados que a seguem pelo que ela representa para eles.

 

DSCF3606.JPG

 

Raffaella Cerullo, da saga A Amiga Genial

A Lila. Uma menina que cresceu no meio da pobreza, massacrada e insultada constantemente pelos pais e irmãos. Apesar da sua inteligência acima da média, é impossibilitada de continuar os estudos, passando a trabalhar desde muito nova. Apesar disso, ela não desiste dos seus sonhos, começa a estudar sozinha, devora livros e interessa-se pelas coisas. Casou com o homem errado e separou-se dele numa época em que tal era questionável. Trabalhou sob condições precárias e sofreu abusos por parte do patrão. Perdeu uma filha para sempre e de uma forma horrível. Apesar de tudo isso, conseguiu criar a sua própria empresa, cheia de sucesso, e tornar-se numa pessoa importante. É uma lutadora.

 

DSCF3586.JPG

 

E vocês, quais foram as personagens femininas que mais vos marcaram?

Goodreads - Facebook - Instagram

Autoria e outros dados (tags, etc)





Leituras do Momento: