Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mente Literária

"A leitura é como uma droga que confere um adormecimento agradável aos contornos da crueldade da vida." Kertész , Imre.

Mente Literária

"A leitura é como uma droga que confere um adormecimento agradável aos contornos da crueldade da vida." Kertész , Imre.

Crítica: A Glória dos Traidores - George R. R. Martin

 (Apenas contem revelações sobre o enredo que podem ser encontradas na sinopse)

 

9789896370916.jpg

 

 

Título: A Glória dos Traidores

Autora: George R. R. Martin

Editora: Saída de Emergência

1ª Edição: 2008

Nº de Páginas: 528

Saga/Série: As Crónicas de Gelo e Fogo

 

 

 

 

Jon Snow consegue finalmente voltar à Muralha, seguido de perto pelo Povo Livre, e sem saber como será recebido depois de ter sido companheiros dos Selvagens. Além do receio de ser mal interpretado pelos companheiros da Patrulha da Noite, sabe também que outros perigos muito piores existem e se aproximam cada vez mais.

Robb Stark ruma às Gémeas afim de selar uma aliança que parece bem encaminhada com a casa Frey, no entanto, Walder Frey consegue ser muito traiçoeiro.

Jaime Lannister reencontra a família de volta a Porto Real, onde dois casamentos estão prestes a acontecer. Mutilado, não sabe o que esperar da sua querida irmã ou do pai.

Daenerys mãe dos dragões lida agora uma hoste ede Imaculados, eunucos preparados para lutar a qualquer custo e sem questionar, e reune novos amigos à sua volta.

No meio de tanta reviravolta, o que esperar deste livro?

Este é um livro cheio de emoções e com um ritmo alucinante. Pura alegria, tristeza, ódio, medo, incredulidade. Martin é assim, e este é até agora o livro em que mais nos mostra isso. Cada capítulo nos deixa a pedir por mais, cada capítulo nos corta a respiração.

Casamentos, perigos, lutas, mortes, surpresas.

O livro mais violente e ainda assim, até agora, o melhor. Um livro que segue o seu título.

 

Valar Morghulis!

Goodreads - Facebook - Instagram

1 comentário

Comentar post