Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mente Literária

"A leitura é como uma droga que confere um adormecimento agradável aos contornos da crueldade da vida." Kertész , Imre.

Mente Literária

"A leitura é como uma droga que confere um adormecimento agradável aos contornos da crueldade da vida." Kertész , Imre.

A 1/4 de O Disco de Jade - Os Cavalos Celestes

Comecei este livro no âmbito do desafio A Volta ao Mundo em Livros, que nos desafiou a escolher um livro de um escritor francês. Este livro é de José Frèches. Está a ser uma leitura demorada, mais por não lhe dedicar muito tempo do que outra coisa.

Existe um mercador rico que decide investir um balúrdio num Disco de Jade sem qualquer razão aparente. Os personagens têm nomes como Profundeza do Vale, Difunde a Luz, Ritual Imutável, Eterno Desgosto, Perfeição Natural ou Dente Fácil. Designações estranhas como Sublime Porta Traseira.

Passado na China, no meio de salteadores de campas, lutas de cavalos e negociações estranhas. Existe ainda o rei Zhong, esquecido e velho, que anda no entanto metido com a nora.

É difícil fixar os nomes dos personagens, ainda mais quando existe uma Difunde a Luz e uma Fonte de Luz. Já me baralhei algumas vezes e tive de voltar atrás.

Ainda não dá para ter uma ideia daquilo que o livro retrata, vou agora na página 138 e não sei o que esperar. Apareceu no entanto, Gavião Púrpurea, designado como cavalo celeste, numa das corridas. Penso que talvez venha a ser relevante para a história. O facto de o mercador rico ter investido tanto dinheiro naquela jóia continua um mistério.

Goodreads - Facebook - Instagram