Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mente Literária

"A leitura é como uma droga que confere um adormecimento agradável aos contornos da crueldade da vida." Kertész , Imre.

Mente Literária

"A leitura é como uma droga que confere um adormecimento agradável aos contornos da crueldade da vida." Kertész , Imre.

Crítica: A Muralha de Gelo - George R. R. Martin

 (Apenas contem revelações sobre o enredo que podem ser encontradas na sinopse)

 

a muralha de gelo.jpg

 

 

Título: A Muralha de Gelo

Autora: George R. R. Martin

Editora: Saída de Emergência

1ª Edição: 2007

Nº de Páginas: 416

Saga/Série: As Crónicas de Gelo e Fogo

 

 

 

 

"A melhor fantasia dos últimos 50 anos." - The Denver Post

 

Este é o segundo volume d' As Crónicas de Gelo e Fogo e é ainda melhor que o primeiro.

Eddard Stark apenas aceitou a cargo de Mão do Rei com o objetivo de proteger o rei, suspeitando que a anterior Mão foi morta a mando da rainha. Agora com a certeza de que foi ela, acaba por descobrir o motivo: um segredo que ela esconde e que pode levar à queda da dinastia.

Quando rei Robert é mortalmente ferido por um animal numa caçada, Eddard desconfia que este poderá ter sido mais um dos trabalhos da rainha. Sendo um homem honrado e justo, teme as ameaças por parte da casa Lannister e da corte.

Entretanto, numa zona muito distante, a última herdeira Targaryen prepara-se para reconquistar o trono levando consigo o maior exército de sempre.

Aqui continuamos a descobrir as personalidades e segredos dos personagens e neste livro já 'aprendemos' que não podemos confiar em ninguém, que nada é o que parece e que esta é uma saga em que não nos podemos afeiçoar às personagens.

É necessário muita atenção para compreender todos os movimentos das personagens e acho mesmo completamente impossível conseguir decorar o nome de todas elas, umas vez que são provavelmente mais de 100!

Apesar de ser uma obra complexa, vale muito a pena, mesmo para quem já vê a série (que é o meu caso). Como já referi a minha personagem preferida continua a ser a Daenerys e os capítulos dela neste livro são muito bons.

Não tenho muito mais a dizer, as descrições continuam muito boas, as personagens ainda melhores e a imprevisibilidade do autor é incrível.

Recomendado recomendado recomendado! 

 

Deixo aqui o calendário atualizado do mês de Maio, acabei os dois livros dentro do limite e estou muito contente por isso.

18329453_N3BIG.jpeg

Quero muito ler o 3º livro mas vou ter de fazer uma pausa pois ainda não o tenho, mas começo-o em inícios de Junho de certo. Entretanto, vou ler outro livro da minha estante também para intercalar um pouco e ir diminuindo a minha lista de livros por ler.

Desafio II | Maratona Gelo e Fogo

Este é mais um desafio enquadrado dentro da Maratona Gelo e Fogo. A Cláudia pergunta qual é o personagem da saga mais parecido com a nossa personalidade.

Escolher só um não é fácil, assim de repente revejo como algumas características minhas a calma da Catelyn, a femininalidade da Sansa, a honestidade do Ned ou o sarcasmo do Tyrion. Também um pouco da rebeldia da Arya, o amor que o Jaime sente pela família e talvez o medo de exclusão do Samwell. Eu sei, sou uma pessoa complexa de compreender!

No entanto, e como só posso escolher uma personagem, vou escolher a Daenerys e descrever as características dela em que me revejo.

Ela é uma mulher forte, que não gosta de receber ordens e detesta qualquer tipo de injustiça. Além disso, faz questão de manter as pessoas que lhe são mais queridas por perto e as que lhe são desnecessárias o mais longe possível. Dá muito valor à honestidade e fidelidade das pessoas e não tolera que a enganem.

À primeira vista é uma pessoa tímida, mas consegue sempre usar as suas armas para controlar as situações por que passa. Uma coisa que considero também muito importante e que adoro nela é que não tem medo de enfrentar os traços preconceituosos das outras pessoas, acabando sempre por instruir nelas o conceito de que todos são iguais e todos devem ser tratados de forma justa e que quem fizer o contrário não merece nada. "DRACARYS!"

Por fim, a necessidade que ela tem de ouvir sempre todos os lados da história é um traço muitíssimo importante no qual também me identifico.

E pronto, é isto. Já devem ter percebido quem é a minha personagem favorita!

 

Crítica: A Guerra dos Tronos - George R. R. Martin

(Apenas contem revelações sobre o enredo que podem ser encontradas na sinopse)

 

A Guerra dos Tronos.jpg

 

 

Título: A Guerra dos Tronos

Autora: George R. R. Martin

Editora: Saída de Emergência

1ª Edição: 2007

Nº de Páginas: 400

Saga/Série: As Crónicas de Gelo e Fogo

 

 

 

 

"A melhor fantasia dos últimos 50 anos." - The Denver Post

 

Eddard Stark recebe a visita do seu grande amigo e rei Robert Baratheon que o convida a mudar-se para a corte e assumir o cargo de Mão do Rei. Eddard aceita, por desconfiar que a manipuladora rainha envenenou o anterior Mão e com a esperança de poder proteger o rei das garras da mulher. Mas a ambição dos Lannister é interminável e Eddard logo percebe que a sua vida nada vale e que o próprio rei corre mais perigo do que imaginava.

A vida e família que Eddard sempre conheceu está prestes a dar uma reviravolta e entrar numa espiral de tragédia.

Como já antes referi, tinha imensa curiosidade em ler esta saga, já vi a série televisiva e faltava apenas ler os livros.

A Guerra dos Tronos conta a mesma história vista de diversos pontos de vista, aliás, cada capítulo é contado segundo o ponto de vista de uma das personagens. Há personagens muito bem desenvolvidos e que se vão tornando cada vez mais interessantes ao longo do livro. É um texto muito bem elaborado num livro em que cada personagem tem um tempo para ser conhecida, havendo ainda espaço para inserir história e mitologia na trama.

É uma história que abarca vários temas históricos desde deuses novos e antigos, reis e rainhas, reinados, assassinatos e mortes.

Este livro ronda as 400 páginas que se leêm muito facilmente, apesar de ser muito diferente do normal. Não é para um "estômago fraco", pois cabeças arrancadas e espetadas cá fora é uma coisa normal de acontecer.

A leitura nunca se torna chata, o final de cada capítulo é sempre surpreendente e cheio de suspense. Os personagens tornam-se tão reais que é impossível não nos afeiçoarmos a alguns deles.

Já comecei a ler o segundo livro e estou a adorar. Recomendo mesmo!

Crítica: Prometo Falhar - Pedro Chagas Freitas

image.jpg

 

 

Título: Prometo Falhar

Autora: Pedro Chagas Freitas

Editora: Marcador Editora

Edição/Reimpressão: 2014

Nº de Páginas: 392

 

 

 

 

 

"O amor acontece quando desistimos
de ser perfeitos"

 

"Prometo Falhar" é um livro de amor. O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta.O amor. No seu estilo intimista, quase que sussurrado ao ouvido, Pedro Chagas Freitas leva o leitor aos estratos mais profundos do que sente. E promete não deixar pedra sobre pedra. Mergulhe de cabeça numa obra que mostra sem margem para equívocos porque é que é possível sair ileso de tudo. Menos do amor."

 

Quis comprar este livro. Quis lê-lo. Adorei a sinopse, li algumas passagens e quis ler mais e mais.

E comprei. E assim que comecei a ler o livro, fiquei desiludida. Não é o que esperava. Isto porque esperava uma história arrebatadora e cheia de detalhes e não é o caso.

Prometo Falhar é um livro de crónicas que gostei, mas não devorei. Simplesmente porque é um livro de grandes "mini-histórias" para ir lendo e intercalando com outras grandes histórias.

Lemos passagens que nos tocam, textos que ficamos a adorar e frases que queremos partilhar com o mundo.

Demorei imenso tempo a ler este livro, pois houve alturas em que cada nova crónica parecia mais do mesmo. Por outro lado, algumas das passagens são realmente bonitas e fazem-nos pensar.

Gosto da escrita do autor, o que não gostei foi do género do livro. Tenho curiosidade em ler outro livro dele, o "in sexus veritas".

 

Deixo aqui um dos meus textos preferidos:

 

"A morte está atrás do teu beijo,


e não me interessa nada que não me possa matar.

 

Não quero trajetos sem calhaus, pessoas sem problemas, muito menos glórias sem lágrimas. Não quero o tédio de só continuar, a obrigação de suportar, andar na rotina só por andar. Não quero o vai-se andando, o é a vida, o tem de ser, nada que não me ponha a gemer. Não quero o prato sempre saudável, a saladinha impoluta, a cama casta, o sexo virgem. Não quero o sol o dia todo, a recta sem a mínima curva, não quero o preto liso nem o branco imaculado, não quero o poema perfeito nem a ortografia ilesa. Não quero aprender apenas com o professor, a palmadinha nas costas, o vá lá que isso passa, a microssatisfação, a minúscula euforia. Não quero os lábios sem língua, a língua sem prazer, fugir do que me mete medo, e até acomodar-me ao que me faz doer. Quero o que não cabe no regular, o que não se entende nos manuais, o que não acontece nos guiões. Quero a ruga esquisita, a mão descuidada, a estrada arriscada, a chuva, o vento, as unhas cravadas, o animal do instante. Quero ainda tentar o que ninguém fez, olhar para o imperdoável, gastar como um louco as possibilidades. Quero sobretudo o que me assusta, o abismo em segredo, o interior das tuas pernas, a maneira como o suor te escorre no centro do peito, e a forma impossível como te exprimes quando te vens.

 

Disseram-me que o teu beijo matava e eu não liguei,


há lá alguma maneira de sair com vida de ti?"

A minha estante

Esta é a lista de livros que tenho na minha estante por ler. Para não dar mais importância a uns que a outros vou organizá-los por ordem alfabética de autor.

 

(Lista em permanente atualização)

 

A casa torta - Agatha Christie

A morte não é o fim - Agatha Christie

Anúncio de um crime - Agatha Christie

As dez figuras negras - Agatha Christie

Intriga em Bagdade - Agatha Christie

Morte na praia - Agatha Christie

O enígma das cartas anónimas - Agatha Christie

O misterioso Mr.Quin - Agatha Christie

Perigo na casa do fundo - Agatha Christie

Beleza Assassina - Chelsea Cain

Brisingr - Christopher Paolini

Herança - Christopher Paolini

A Conspiração - Dan Brown

Fortaleza Digital - Dan Brown

Inferno - Dan Brown

O Simbolo Perdido - Dan Brown

Morte em Viena - Daniel Silva

Bons Sonhos, Meu Amor - Dorothy Koomson

Pedaços de Ternura - Dorothy Koomson

O Amor está no ar - Dorothy Koomson

O Coleccionador de Sons - Fernando Trías de Bes

Daenerys A Mãe dos Dragões - George R. R. Martin

Histórias dos Sete Reinos - George R. R. Martin

A Guerra dos Tronos - George R. R. Martin

A Muralha de Gelo - George R. R. Martin

A Muralha de Gelo - 

A Ameaça - Ken Follet

O Terceiro Gémeo - Ken Follet

Entre o Agora e o NuncaJ. A. Redmerski

Entre o Agora e o Sempre - J. A. Redmerski

Uma Morte Súbita - J. K. Rowling

Os Contos de Beedle, o Bardo - J. K. Rowling

Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los - J. K. Rowling

O Quidditch Através dos Tempos - J. K. Rowling

Confia em Mim - Jeff Abbott

O Último Minuto - Jeff Abbott

A Maligna - Joanne Harris

A Praia Dourada - Joanne Harris

Chocolate - Joanne Harris

Na Corda Bamba - Joanne Harris

À Procura do AmorJodi Picoult

CompaixãoJodi Picoult

FrágilJodi Picoult

Tudo por AmorJodi Picoult

Uma Melodia Inesperada - Jodi Picoult

O Disco de Jade - Os Cavaleiros Celestes - José Frèches

O Disco de Jade - O Peixe de Ouro - José Frèches

O Disco de Jade - As Ilhas Imortais - José Frèches

Prometo Amar-te - Kim & Krickett Carpender

A Vidente - Lars Kepler

O Hipnotista - Lars Kepler

Procuro-te - Lesley Pearse

A Filha do Papa - Luís Miguel Rocha

Não te Deixarei Morrer, David Crockett - Miguel Sousa Tavares

Alquimia do Amor - Nicholas Sparks

As Palavras que Nunca te Direi - Nicholas Sparks

Juntos ao Luar - Nicholas Sparks

O Diário da Nossa Paixão - Nicholas Sparks

O Sorriso das Estrelas - Nicholas Sparks

Uma Escolha por Amor - Nicholas Sparks

Princesa de um Tempo Maravilhoso - Oscar Hijuelos

O Perfume - Patrick Süskind

Brida - Paulo Coelho

O Demónio e a Senhorita Prim - Paulo Coelho

O Zahìr - Paulo Coelho

Verónika Decide Morrer - Paulo Coelho

Alvorada Vermelha - Pierce Brown

Sou o Número Quatro - Pittacus Lore

O Poder de Seis - Pittacus Lore

Quando o Cuco Chama - Robert Gaibraith

O Bicho-da-Seda - Robert Gaibraith

Os Jogos da Fome - Suzzane Collins

Em Chamas - Suzzane Collins

A Revolta - Suzzane Collins

Rapariga Silenciosa - Tess Gerritssen

Sozinhos na Ilha - Tracey Garvis Graves

A Herdeira Acidental - Vikas Swarup

 

Obrigado a todos os que conseguiram ler até aqui, mesmo! Quais destes livros já leram? O que acharam?

Crítica: Os Treze Enígmas - Agatha Christie & Próximos posts

os treze enígmas.jpg

 

 

 

Título: Os Treza Enígmas

Autora: Agatha Christie

Editora: Edições ASA

Edição/Reimpressão: 2004

Nº de Páginas: 128

 

 

 

 

Neste livro, várias pessoas se juntam em casa de Miss Marple no que chamam o grupo das terças-feiras e uma a uma vão revelando pormenores de crimes que conhecem. Estes crimes são sempre inexplicáveis e de difícil resolução e o objetivo é que as restantes pessoas consigam chegar à resolução do enígma proposto.

Este foi o 2º livro que li da Agatha Christie. A capacidade que ela tem de formular crimes com tão pouco prováveis desfechos é incrível.

Miss Marple é uma solteirona de 65/70 anos que sempre viveu na pacata vila de St. Mary Mead. Aparentemente é uma idosa comum que passa o seu tempo a tricotar, considerada por todos confusa e frequentemente posta de parte.

No entanto, possui uma mente lógica e propícia a resolver crimes considerados difíceis pelas outras pessoas.

Neste livro, é ela quem consegue desvendar todos os enígmas que vão sendo propostos, baseando-se sempre no seu profundo conhecimento da natureza humana. Nunca dando importância à sua inteligência, Jane Marple desvenda os enígmas através de comparações com incidentes paralelos ocorridos na própria vila de St. Mary Mead.

Eu gostei do livro, apesar de o 1º que li desta escritora me ter despertado mais atenção. Agatha Christie é uma escritora que hei-de sempre recomendar.

 

__________________________________________________ 

 

 

Próximos posts:

Agora com a maratona gelo e fogo, não vou ter tantos livros sobre os quais realizar críticas, pelo que decidi optar por falar de livros que já li no ano passado e este ano antes de criar o blog e dos quais ainda me lembro. Pensei também em fazer um ou dois posts acerca da minha lista de livros por ler na estante e também da minha lista de livros que quero um dia comprar, talvez faça isso dentro de alguns dias.

Desafio I | Maratona Gelo e Fogo

Hoje (Ontem) foi o primeiro dia do desafio que consiste em ler todos os livros d'As Crónicas de Gelo e Fogo. A média de páginas diárias para concluir o desafio até 30 de Setembro é de aproximadamente 30 e hoje li até à página 31 apesar de apenas ter começado ao fim da tarde. Na lateral do blog coloquei o calendário que a Cláudia fez, onde vou anotando todos os dias o número de páginas lidas.

Nesta maratona, existem alguns desafios a que temos de ir respondendo e o primeiro é este.

Quando e porquê surgiu o interesse de ler As Crónicas de Gelo e Fogo?

Primeiramente, mais ou menos em meados de Outubro passado comecei a ver a série televisiva. O que me motivou foram as elevadas críticas que vi acerca da série e ganhei curiosidade em saber o que provocava tanto frenesim. Gostei da série, apesar de haver cenas que considerei ... desnecessárias. Umas semanas mais tarde, descobri que se baseava nos livros de George R. R. Martin e foi aí que surgiu o meu interesse pela obra literária.

Como já tinha visto a série completa (do que saíra até então), ganhei uma enorme curiosidade em saber como as coisas eram descritas nos livros e quais as diferenças que existiam entre a escrita e a adaptação para a série.

E pronto, foi assim :)

A Guerra dos Tronos

Hoje começa a maratona gelo e fogo (ainda se podem inscrever aqui) e consegui acabar ontem o livro da Agatha Christie que estava a ler, amanhã deixo aqui no blog a minha crítica.

Vou agora começar a ler o primeiro livro deste desafio literário. Eu sei, eu sei, já devia ter começado, até porque hoje é feriado. Mas andei entretida a fazer uns marcadores para os livros, que não trazem (pelo menos os meus). O resultado foi este da imagem:

2015-05-01 18.46.41.jpg

Que acham? Um marcador para cada casa, não esquecendo o pessoal do Night's Watch, o que dá um marcador para cada livro. Eu fiquei muito contente com o resultado. A imagem onde me baseei foi esta. Apenas cortei o que aparece em baixo, no paint, muito fácil. Quem quiser posso enviar por mail o ficheiro que é só imprimir em cartolina. Aconselho a plastificar para não encherem os vossos livros com a tinta que acaba por ir saindo.

Estou ansiosa para começar e vai ser agorinha mesmo! Espero que toda a gente consiga cumprir o desafio e que gostem dos livros, mais do que da série televisiva.

Já agora, para quem vê a série ou já leu os livros qual é o vosso/a rei/rainha favorito/a ao trono?

 

Boas leituras!