Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mente Literária

"A leitura é como uma droga que confere um adormecimento agradável aos contornos da crueldade da vida." Kertész , Imre.

Mente Literária

"A leitura é como uma droga que confere um adormecimento agradável aos contornos da crueldade da vida." Kertész , Imre.

A Filha da Minha Melhor Amiga

DSCF2593.JPG

 

 

Kamryn e Adele são as melhores amigas desde os tempos de faculdade. No entanto, dois meses antes de casar, Kamryn descobre que Adele dormiu com Nate, o seu noivo, e que Tegan, a sua afilhada, nasce dessa traição. Kamryn termina o noivado e afasta-se dos dois, até ao dia do seu 32º aniversário quando recebe um postal de Adele pedindo-lhe para a ir ver ao hospital.

Adele foi diagnosticada com leucemia e tem muito pouco tempo de vida restante. Quando Kamryn a visita, Adele pede-lhe que adote a sua filha Tegan de 5 anos.

Este é um livro que explora a dor que os pacientes de oncologia passam, transmitem, e tudo o que deixam para trás. Kamryn é uma personagem forte, que luta por Tegan e pela felicidade das duas com todas as suas forças. Esta história mostra-nos do princípio ao fim como é errada a ideia que temos de ter todo o tempo para estar com quem amamos. De um momento para o outro a vida pode mudar, o que damos como certo passa a incerto e acabamos por nos arrenpender das nossas decisões.

A história desenvolve-se lentamente, e aos poucos vamos assimilando o passado e o presente e as características das diversas personagens.

 

Personagens preferidas: Luke, Kamryn

Illuminae, de Amie Kaufman & Jay Kristoff

 

DSCF2553.JPG

 

Pontuação: 5*

 

Este é o livro mais original que já li. Passa-se no futuro, no ano de 2575, onde duas grandes empresas travam uma guerra. Durante esta guerra um jovem casal é separado e luta constantemente para se reencontrar, arranjando várias maneiras para se contactarem. 

A escrita não é nada como estamos habituados a ver. A história é-nos contada a partir de ficheiros recuperados de uma nave destruída, entre eles trocas de e-mail, interrogatórios ou descrissões das câmaras de vigilância.

Apesar deste diferente método para contar uma história, esta é bastante sólida do princípio ao fim. Retrata a ganância e a falta de algumas empresas de princípios para atingir os seus fins, que apenas têm em vista o lucro a obter.

As personagens estão muito bem estruturadas, principalmente Kady, uma adolescente que luta contra todo o mal, sem medos, sozinha e até ao fim.

Um dos melhores livros que já li!

 

Personagens preferidas: Kady, Radia

Gilmore Girls

E pronto, comecei a ver a série. Os primeiros episódios foram realmente recheados de boas referências, que fui apontando enquanto via. Vou fazer assim a minha própria lista de livros e, no final, verificar se me escapou algum! Vou rasurar os que já li e colocar a negrito os que tenho na estante por ler.

 

Livros mencionados em S01E01:

Adventures of Huckebarry Finn (As aventuras de Hucklebarry Finn)
Rosemary's Baby (A Semente do Diabo)
Moby Dick 
Madame Bovary
Mommie Dearest
The Little Match Girl (A Vendedora de fósforos)

 

Livros mencionados em S01E02:

Schindler's List (A Lista de Schindler)
The Hunchback of Notre Dame (O Corcunda de Notre Dame)
War and Peace (Guerra e Paz)
Anna Karenina
David Copperfield
Great Expectations (Grandes Esperanças)
A Tale of Two Cities (Um Conto de Duas Cidades)
Little Dorrit (A Pequena Dorrit)
The Shining (Shining - A Casa do Horror)

Intriga em Bagdade, de Agatha Christie

DSCF2572.JPG

 

Pontuação: 4*

Mais um livro da maravilhosa Agatha Christie, onde Bagdade foi o cenário escolhido para mais uma ótima trama desenvolvida pela autora.

A personagem central da história é Veronica Jones, uma bonita dictalógrafa com uma enorme tendência para dizer mentiras tornando todas as suas pequenas aventuras mais romanescas.

Veronica parte para Bagdade afim de encontrar um homem com quem se cruzou uma única vez num jardim. A partir deste dia, a sua vida vai dar voltas e reviravoltas e tornar-se na mais periigosa aventura que já presenciou. Nela entram espiões, terroristas, assassínos, que a irão atormentar e perseguir com um único objetivo, que encontramos quase no final do livro.

Um livro, aliás uma autora, que vale sempre a pena ler.

 

De Mês a Mês | Julho

No mês de Julho li apenas dois livros:

  • Illuminae, de Amie Kaufman, e adorei a originalidade que este livro trás.
  • A Filha da Minha Melhor Amiga, de Dorothy Koomsom, e também gostei.

DSCF2590.JPG

 

Em termos de compras, três novos livros se juntaram à minha estante:

  • O Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde
  • Do Lado de Swan, de Marcel Proust
  • À Sombra das Raparigas em Flor, de Marcel Proust

 

DSCF2584.JPG

 

 

 

Ai a literatura...

As coisas com que me deparo ...

Em um Quizz designado "Can You Guess The Book Based On It's Review" descubro que As Cinquentas Sombras de Grey é um livro para rivalizar Romeo e Julieta...

 

Sem Título.png

 

Excertos #14

 

 

 

"Suponho que essa era uma das consequências de se ter uma alma romântica. Acreditava-se em coisas como o amor à primeira vista e presentes perfeitos."

 

 

 

Em A Filha da Minha Melhor Amiga, de Dorothy Koomsom*

Excertos #13

 

"Ela não era tão segura de si como o seu comportamento dava a entender e eu não era tão descarada e dura como fingia ser. Podia transmitir essa impressão a princípio, podia agir com frieza e inacessibilidade, mas desiludia-me sempre a mim própria quando tinha um rebate de consciência - não conseguia ser uma cabra até ao fim."

Do livro A Filha da Minha Melhor Amiga, de Dorothy Koomsom*

As Dez Figuras Negras, de Agatha Christie

DSCF2568.JPG

Dez pessoas completamente aleatórias foram misteriosamente convidadas a passar alguns dias na Ilha do Negro. Pelas mais variadas razões todas acabam por aceitar o convite e, quando dão por si, estão na cozinha do anfitrião a ouvir uma voz que não sabem de onde vem, acusando-os dos mais variados crimes.

O ambiente torna-se pesado quando cada um dos ocupantes da casa vai sendo assassinado de acordo com a lenga-lenga que se encontra em cada um dos quartos.

À medida que os personagens vão morrendo e cada vez mais se instala a desconfiança, também nós como leitores vamos tentando descobrir qual dos ocupantes daquela ilha é o verdadeiro assassino.

O final é absolutamente inesperado e de uma mestria que só poderia vir da rainha dos policiais.

Um livro genial e que nos agarra do princípio ao fim.

 

"Dez meninos negros foram jantar;

Um engasgou-se e sobraram nove.

Nove meninos negros deitaram-se muito tarde;

Um dormiu de mais e sobraram oito.

Oito meninos negros foram viajar pelo Devon;

Um disse que por lá ficava e sobraram sete.

Sete meninos negros foram cortar lenha;

Um cortou-se em dois e sobraram seis.

Sei meninos negros brincaram com uma colmeia;

Um abelhão ferrou um e sobraram cinco.

Cinco meninos negros seguiram a advocacia;

Um foi para o Supremo Tribunal e sobraram quatro.

Quatro meninos negros foram para o mar;

Um caiu no anzol e sobraram três.

Três meninos negros andavam pelo jardim zoológico;

Um levou um chi-coração de um urso enorme e sobraram dois.

Dois meninos negros sentaram-se ao sol;

Um deles ficou assado e sobrou um.

Um menino negro ficou completamente só;

Foi e enforcou-se e não sobrou nenhum."

 

Pontuação: 4.5*